5 de maio de 2010

De suspirar a existir

Ah ... esperança, sentimento travesso, que mal nasce e já começa a despertar uma série de outros sentimentos. E por mais que ela possa ser obtida por sinais tão incertos ou interpretações por demais otimistas, vale à pena correr o risco. Toda essa euforia interna que ela provoca e que gera também uma série de esquisitices externas: cabeças aluadas, sorrisos sorrateiros, olhos que além de olhar também sorriem perdidos em algum lugar, que se pudessem também falar, não dariam pistas de onde.

É como se todos esses sentimentos em que foram gastos dias, meses na tentativa de adormecê-los, estivessem de pirraça esperando um mínimo ruidinho, um tantinho de luz para usar como desculpa e voltar à agitação de estar desperto. E despertam. Com uma disposição ainda maior, querendo gastar toda a energia poupada enquanto se deixavam dormir. Nem sequer se importam se estariam sendo precipitados, se aquela era uma claridade suficiente para assegurar o nascer de um novo dia. Mas para quem a tanto não desfrutava da companhia de luminosidade, a menor das pequenas possibilidades de um sol, inteirinho, com raios, e calor, e o poder de acentuar as cores, as formas, as certezas e de dar uma nova configuração a aquelas incertezas, é motivo o bastante para se celebrar.

E se quer saber se eles se preocupam se esse dia vai durar apenas alguns instantes, 24 horas ou vai durar pra sempre como no planeta dos amores eternos. A resposta é não. Não subestime a inteligência dos sentimentos, eles não são tolos, não perderiam um instante sequer de diversão para olhar para um relógio, um bobo relógio, que apressa seus ponteiros quando o que se precisa é de mais tempo, que quase boceja de tão lentos que são seus movimentos quando o que se deseja é velocidade, e que simplesmente não existe quando o ignoramos e simplesmente vivemos a pura e infindável essência de um dia.
Há esperança!

10/12/09

Gosto muito desse texto, acho que é o negócio mais legal que eu já escrevi .. e enquanto nenhum texto suficientemente bom fica pronto , vou expondo para quem ainda não leu , meu queridinho ^^

0 curativo(s):

Postar um comentário

O seu comentário é muito importante. Comente, critique . Faça com que esse blog seja um espaço melhor *-*